Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os anos do Rock em Stock

Viagem aos anos da New Wave, tendo por referência o programa de rádio Rock em Stock, de Luís Filipe de Barros, na sua primeira fase (1979/1982). Celebrando os 40 anos do Rock em Stock.

Os anos do Rock em Stock

Viagem aos anos da New Wave, tendo por referência o programa de rádio Rock em Stock, de Luís Filipe de Barros, na sua primeira fase (1979/1982). Celebrando os 40 anos do Rock em Stock.

27.10.20

AC-DC – You shook me all night long

1.º lugar no top de álbuns do Rock em Stock de 25 de Outubro de 1980

 

Bon Scott, vocalista dos australianos AC-DC, foi o primeiro de quatro míticos músicos que morreram em 1980 (seguiram-se-lhe Ian Curtis, John Bonham e John Lennon). Ninguém conseguia imaginar os AC-DC sem Bon Scott. No entanto, depois de ponderarem pôr um termo à banda, os restantes membros acabaram por decidir continuar. Recrutaram o vocalista dos ingleses Geordie, Brian Johnson, entraram em estúdio e saíram de lá com um álbum que é invariavelmente citado nas listas dos melhores discos de todos os tempos, o memorável “Back in Black”.

 

Que foi, também, um dos álbuns mais bem-sucedidos da história dos tops do Rock em Stock.

 

Editado no fim de Julho de 1980, o álbum “Back in Black” entrou no top do Rock em Stock em Agosto de 1980 e chegou ao 1.º lugar no top de 25 de Outubro.

 

Algumas músicas do novo álbum tinham sido escritas antes da morte de Bon Scott (que chegou mesmo a tocar bateria em duas “demos” de canções do álbum) e há quem, tendo contactado com Bon Scott antes da sua morte (incluindo um jornalista), garanta que a letra de “You shook me all night long”, ou pelo menos parte dela, terá sido escrita pelo próprio Bon Scott.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Tags

mais tags

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seguir no Twitter